A agência Brasil adotou o gênero neutro em matéria sobre encontro de parlamentares LGBT+, publicado no sábado (21/01). A agência pública de notícias, que pertence á Empresa Brasil de Comunicação (ECB), alegou que o uso do gênero neutro nas construções das frases ocorreu em atendimento a um pedido das parlamentares.

img 0342