É através de versos e estrofes que o educador e poeta Vandei Oliveira, conhecido como Poeta Seu Zé, de Suzano, mantém vivas suas raízes cearenses e nordestinas. “Eu saí do sertão, mas o sertão ainda está em mim”, diz o escritor.

Neste sábado (8), ele e todo o Nordeste celebraram o Dia do Nordestino, data que homenageia o cearense Antônio Gonçalves da Silva, conhecido como Patativa do Assaré, uma das grandes referências da cultura popular nordestina.

Nascido no distrito de Iborepi, na cidade de Lavras de Mangabeira, no sul do Ceará, Vandei veio para São Paulo em um movimento migratório de toda a família.

“Eu posso morar numa metrópole, eu posso morar numa cidade mais interiorana, como Suzano, aqui na Grande São Paulo. Mas eu ainda sou sertão. A minha poesia ainda é Nordeste, né? Eu posso não ter a vivência diária do Nordeste, mas eu ainda trago a memória do Nordeste”, explica.

img 2460