Serão construídas 649 moradias destinadas às famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho.

As obras das 649 moradias da 2ª Fase do projeto Parque da Montanha, o maior conjunto habitacional em execução na região, já estão em andameto em Guarujá, no litoral de São Paulo. As construções serão destinadas à famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho.

O Parque da Montanha está localizado no final da Avenida Prefeito Raphael Vitiello, na Vila Edna, e terá no total 1.962 unidades. A primeira fase do empreendimento, que está sendo finalizada, com 91% dos serviços executados, totaliza 574 unidades, das quais 525 já foram entregues, faltando apenas 49 famílias receberam as chaves, o que deve acontecer nos próximos meses.

Na segunda fase, segundo a prefeitura, serão construídas 649 moradias destinadas à famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho, que moram em área de expansão portuária, que pertence à União. O local não tem condições de habitabilidade e nem infraestrutura necessária para moradia. Das 649 unidades, 60 deverão ser entregues ainda este ano, 289 em 2023 e 300 para 2024.

De acordo com a administração municipal, a segunda fase da obra foi viabilizada em função de um convênio entre a Prefeitura e a Santos Port Authority (SPA), que conta com a participação financeira, por parte do SPA, de mais de R$ 40 milhões.

Os apartamentos triplex têm forro leve em PVC e piso com placas esmaltadas. O entorno do conjunto habitacional possui estrutura de drenagem, esgoto, iluminação e pavimentação em todas as ruas principais do conjunto, totalizando 10 mil metros quadrados de asfalto.

O empreendimento é a 3ª etapa do Projeto Favela Porto Cidade, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 1, conforme contrato de repasse firmado em outubro de 2007, com o Ministério das Cidades, atual Ministério do Desenvolvimento Regional, sob gestão da Caixa Econômica Federal.

Para atender os moradores, está prevista a construção de uma Unidade Básica de Saúde, uma escola, um Centro de Convivência e vários espaços de lazer e projetos sociais. Também está previsto um terminal de ônibus para o local, que será implantado pela City Transportes. Os projetos executivos já foram desenvolvidos por técnicos da Secretaria de Planejamento (Seplan) e estão em fase de orçamento, em busca de parceiros para a contratação dos serviços.