Ao todo, 622 pinguins foram encontrados. Entretanto, apenas 24 estavam vivos ao serem localizados. Além das aves, tartarugas e outros animais foram localizados pelos pesquisadores.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Alvo de um ciclone na última quarta (10), o litoral de Santa Catarina recebeu 596 pinguins mortos entre terça (09) e sexta (12). A contagem foi feita pela Associação R3 Animal, que atua na região.

 

Ao todo, 622 pinguins foram encontrados. Entretanto, apenas 24 estavam vivos ao serem localizados. Além das aves, tartarugas e outros animais foram localizados pelos pesquisadores. Grande parte deles estava na ilha de Santa Catarina.

De acordo com uma representante da A3, não é possível afirmar que todos os pinguins foram mortos em função do ciclone.

Segundo a entidade, é comum que as aves se desloquem pelo litoral de Santa Catarina nesta época do ano e, inclusive, que muitos morram por serem jovens e não terem experiência na travessia.

Vários dos pinguins encontrados nas praias catarinenses nos últimos dias apresentavam avançado estado de composição. Para especialistas, a condição poderia indicar que os animais estavam mortos há mais dias e foram levados até a areia por meio das ondas fortes e do mar agitado verificado nos últimos dias.