A Prefeitura e Câmara Municipal de Arujá adotaram a tradução da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) em eventos oficiais. Todas as sessões e eventos do Poder Legislativo terão tradução simultânea, possibilitando às pessoas com algum tipo de deficiência auditiva, acompanhar os trabalhos dos vereadores.

O Poder Executivo também iniciou a tradução em Libras dos Hinos Nacional e de Arujá, em todos os eventos, com a intérprete Ana Maria Machado, de 16 anos, que é autista e tem feito a interpretação dos hinos nos cerimoniais e abertura de eventos da administração pública.

Câmara:

O serviço foi iniciado de forma presencial na sessão ordinária do dia 27 de junho deste ano e também estará disponível para o público que assistir as transmissões por meio do canal oficial da Câmara no YouTube.

A implementação da linguagem de libras integra mais uma ação do Legislativo no sentido de estruturar e consolidar a política de acessibilidade e atendimento às pessoas com deficiência. Na região do Alto Tietê, além de Arujá, contam com a presença de tradutores de libras em sessões, as Câmaras Municipais de Mogi das Cruzes e Suzano.

1 COMENTÁRIO