Acervo composto por cerca de 40 peças pode ser conferido de terça a domingo, das 11 às 19 horas, na Secretaria de Turismo

A Secretaria de Turismo de Poá realizou na noite desta segunda-feira (01/08), a abertura da exposição “Conhecendo Padre Eustáquio”, na sede da Pasta, localizada nas dependências da Praça da Bíblia. A iniciativa tem como objetivo valorizar e resgatar a memória de uma das mais importantes personalidades da história do município de Poá.

A Mostra promovida em parceria com a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes e o Grupo Amigos do Museu Padre Eustáquio, conta com cerca de 40 peças em seu acervo e seguirá aberta à visitação até o dia 30 de agosto, de terça a domingo, das 11 às 19 horas.

A abertura oficial da exposição contou com a presença da prefeita Marcia Bin, dos secretários municipais, Claudia Cristina de Deus (Turismo), Claudete Canada (Meio Ambiente e Recursos Naturais) e Ariel Borges (Cultura e Esportes), das vereadoras Jilmara Quirino dos Santos e Patrícia Bin de Sousa Sanches, além do padre Reginaldo Martins da Silva e do coordenador do Museu Padre Eustáquio, Delcimar Ferreira, bem como a sociedade civil.

“O padre Eustáquio tem uma história muito rica em nossa cidade e que merece ser destacada e lembrada sempre. Parabenizo a secretária Claudia pela iniciativa, assim como o padre Reginaldo e o Delcimar por sempre estarem trabalhando para preservar um dos capítulos mais importantes da história do nosso município, que é a passagem do beato por Poá”, afirmou a prefeita Marcia Bin.

A exposição seguirá durante todo o mês de agosto destacando o período que o holandês Eustáquio van Lieshout, mais conhecido como padre Eustáquio esteve em Poá. “Ele chegou em 1935 para se tornar o primeiro pároco da cidade e, durante os seis anos que esteve aqui, ficou conhecido por seus milagres que começaram a atrair milhares de pessoas à Poá que, na época, ainda pertencia à Mogi das Cruzes”, destacou a secretária de Turismo, Claudia Cristina de Deus.

Em virtude da quantidade de visitantes, a Igreja Católica decidiu pela transferência do Padre Eustáquio para Belo Horizonte, em Minas Gerais, em 1941, onde veio a falecer dois anos depois, vítima da picada de um carrapato. Em razão dos milagres realizados por ele, em 1997 foi iniciado o processo para sua beatificação que foi consumada em 2006.

O acervo é composto por dez quadros emoldurados, 20 fotos, um chapéu, uma âmbula, uma estola, uma escultura, uma medalha com caixa de veludo, uma máquina de escrever, uma máquina de costura, um banner com cerca de dois metros de altura, além de uma batina que pertenceu ao padre Eustáquio e que será exposta ao público, pela primeira vez, entre outras atrações. A exposição está aberta à visitação até o dia 30 de agosto, na Secretaria de Turismo, localizada na Praça da Bíblia (avenida Vital Brasil, 90, Centro), de terça a domingo, das 11 às 19 horas.

FOTOS: Rodrigo Nagafuti – Secom Poá