O delegado Seccional de Polícia Civil de Jundiaí, Luiz Carlos Branco Júnior, anuncia que a partir desta segunda-feira (08) o delegado Rafael Diorio Costa – que estava como assistente da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) – assumirá o comando da Delegacia de Várzea Paulista.

O delegado Carlos Eduardo Barbosa Soares volta a ser assistente do titular da DIG, Josias Guimarães.

Em 18 de fevereiro o doutor Carlos havia assumido Várzea Paulista no lugar de Ruiter Martins da Silva – que foi para a Delegacia de Polícia Civil de Cabreúva.

Rafael Diorio estava em Campo Limpo Paulista e assumiu a DIG. Ele está na Polícia há 18 anos e ficou sob sua responsabilidade dois casos de grande repercussão na mídia nacional, sendo um o da morte da jovem Juliana Souza de Oliveira, de 27 anos, com o esclarecimento de que o cunhado cometeu assassinato.

O outro, mais recente, da menina Lara Maria de Oliveira Nascimento, de 12 anos, onde um suspeito é procurado da Polícia desde então e está foragido.

Uma das características do delegado Rafael Diorio é ir aos locais de crimes e trabalhar junto com os investigadores na solução dos casos. Ele também teve forte atuação no combate aos roubos de cargas na região e não pretende desistir das operações em Várzea Paulista, como fazia na DIG.

O delegado Luiz Carlos Branco Júnior disse que desde que assumiu a Delegacia Seccional em setembro de 2013 tem procurado com as mudanças de delegados nos distritos aumentar a produtividade e propiciar trocas de experiências entre os policiais.

O Seccional também defende um entrosamento da Polícia Civil com as Guardas Municipais e batalhões da Polícia Militar, a fim de agilizar as ações no combate da criminalidade.

Outras mudanças

Nos últimos dias, por falta de delegados na região, a delegada de Defesa da Mulher de Itatiba, Aline Nery Bonchistiani, assumiu a DDM de Jundiaí.

Em seu lugar passou a trabalhar o delegado do 5º Distrito de Jundiaí, Marcos Luchesi Farias.

O delegado Adalberto Ceolin, que era de Jarinu, ficou em definitivo no Plantão da Avenida Nove de Julho, em Jundiaí.

O delegado Felipe Bueno Carbonari, que é de Campo Limpo Paulista, acumula Jarinu.