O Centro HIstórico de Santos receberá um investimento que ultrapassa R$ 90 milhões em recursos públicos para o desenvolvimento de projetos de revitalização, a fim de tornar o bairro atraente para negócios e moradia.

Foi na sala Princesa Isabel do Paço Municipal, diante de 50 comerciantes, que prefeito Rogério Santos  anunciou os valores na manhã desta segunda-feira (15), véspera dos 165 anos do bairro. “Vamos continuar investindo; é um processo a longo prazo, que respeita o avanço no tempo correto das coisas, visando o crescimento econômico e social”.

tuyuti 1

Rua Tuyuti será uma das contempladas no pacote de revitalização

jogo

Imagem atual da Tuyuti e a projeção em 3D após revitalização 

Os valores correspondem às obras do Mercado Municipal, cuja primeira fase começa no próximo dia 25 pelas fachadas e cobertura do antigo prédio, além de intervenções urbanas previstas para o decorrer de 2023, como revitalização das ruas Tuyuti, do Comércio e Constituição. Foram anunciadas também a construção do Cine Escola; reformulação da Rua XV; obras na escadaria Joana D’arc (Morro São Bento); recuperação, reforço estrutural e reurbanização do entorno do Viaduto Aristides Bastos Machado; revitalização das praças José Bonifácio, dos Andradas e da República, além de obras em equipamentos públicos ou vias que impactam diretamente no Centro, como o Teatro Municipal Braz Cubas e a Rua República Portuguesa.

praca andradas

Praça dos Andradas, em frente à rodoviária, também será contemplada com obras

mercado

Aplicação dos recursos começará pelo Mercado Municipal, onde serão executadas, na primeira fase, a fachada e o telhado

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Glaucus Farinello, explicou a importância destas intervenções urbanas. “Elas criam um ambiente favorável para os comerciantes e os moradores, além de atrair novos investimentos baseados na infraestrutura que estamos oferecendo”.

Os recursos das obras são provenientes de investimentos municipais e estaduais, incluindo as verbas do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade) de 2021 e 2022. A secretária de Infraestrutura e Edificações, Larissa Oliveira, explicou que as obras com recurso Dade 2022 estão em fase de formalização de convênio e devem ser iniciadas em 2023, tendo o bairro como destino total dos recursos. “Já desde o ano passado a luta é para que os recursos do Dade sejam convertidos em investimentos no Centro”.

Presente ao anúncio, o empresário Tadeu Reis aprovou o anúncio. “O movimento tem crescido, principalmente nos eventos de final de semana. Quando resolvi investir no Centro me falaram que era loucura, pois todos estavam indo embora, mas o retorno está sendo excelente e pretendo investir mais”.

O prefeito também anunciou que assinará decreto, ainda nesta semana, eliminando a necessidade de Zona Azul para estacionamento no Centro, Valongo e Paquetá aos sábados.

centro ic

Anúncio dos recursos ocorreu  na Sala Princesa Isabel, no Paço Municipal, na presença de comerciantes do bairro