O agente penitenciário Jorge José da Rocha Guaranho invadiu uma festa e matou a tiros o aniversariante, o guarda municipal Marcelo Arruda, na noite de sábado (9), em Foz do Iguaçu (PR). O evento celebrava os 50 anos de Arruda, que era filiado ao PT e fez uma comemoração temática com bandeiras e cores do partido e foto do ex-presidente e pré-candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva. Armado, Arruda teria revidado, matando Guaranho.

A festa reuniu cerca de quarenta convidados na sede da Associação Esportiva Saúde Física Itaipu. Por volta das 23h de ontem (9), Guaranho invadiu o local, acompanhado da mulher e do filho, e começou a xingar quem estava na festa e a gritar “aqui é Bolsonaro”, de acordo com testemunhas e com o boletim de ocorrência. O aniversariante não conhecia o bolsonarista, segundo relatos.

img 4609