Auxiliares administrativos da rede municipal passaram por capacitação que prevê a melhora do acolhimento e do fluxo de informações de pacientes

 

A Secretaria de Saúde de Suzano realizou, entre 7 e 10 de junho, uma capacitação por meio do programa Previne Brasil, do Ministério da Saúde. Durante o período, auxiliares administrativos das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) passaram por uma discussão sobre processos de trabalho, tanto do ponto de vista do acolhimento dos usuários da rede municipal, como do manejo operacional do sistema e fluxo de informações, que busca criar um histórico do paciente de forma funcional, para que ele possa ser acompanhado pelo sistema de saúde da cidade. 

 

O treinamento ocorreu na sede do Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe), com o tema “O papel e a importância do administrativo na Atenção Básica do Sistema Único de Saúde – Reflexões sobre os processos de trabalho”. Cerca de 50 pessoas, em duas turmas, participaram dos quatro dias de curso, sendo duas aulas teóricas e duas práticas.

 

Para o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, atividades como esta colaboram com a organização do sistema de Suzano. “Manter as informações dos pacientes, como aplicação de vacinas, medicação, entre outras providências, ajuda bastante para acompanharmos como está a evolução de cada um deles. Vale como um histórico de saúde da situação dos usuários”, afirmou.

 

Desde 2020, a Secretaria Municipal de Saúde organiza vários processos de capacitação para os profissionais da gestão e da Atenção Básica, com o intuito de fomentar e construir espaços de diálogo e de conhecimentos sobre as dimensões técnicas e operacionais do programa, incluindo os sistemas próprios de informação.

 

De acordo com o governo federal o “Previne Brasil” foi instituído pela Portaria nº 2.979, de 12 de novembro de 2019, e busca criar um novo modelo de financiamento da saúde e altera algumas formas de repasse das transferências para os municípios, que passam a ser distribuídas com base em quatro critérios: capitação ponderada, pagamento por desempenho, incentivo para ações estratégicas e incentivo financeiro com base na população.

 

Em Suzano, a prefeitura conta com uma equipe da Diretoria de Atenção Básica, que monitora os dados do programa e é responsável por traçar estratégias com a finalidade de melhorar o desempenho nos indicadores de saúde e, consequentemente, o alcance das metas.

 

 

Crédito das fotos: Gláucia Paulino/Secop Suzano