• No Japão, muitos negócios e agências governamentais utilizavam o Internet Explorer;
  • Pesquisa mostra que grande parte das organizações do país confiava no navegador;
  • A Microsoft aposentou o navegador no último dia 15 de junho, após 27 anos de funcionamento.

A Microsoft aposentou o navegador Internet Explorer no último dia 15 de junho, após 27 anos de funcionamento, para se dedicar ao Microsoft Edge. Contudo, se em muitas regiões a ‘aposentadoria’ do browser passou despercebida, no Japão, a sensação foi de pânico.

Apesar de o país ser considerado uma potência tecnológica, diversas empresas usam sistemas e trabalham com meios mais tradicionais. Muitos negócios, e principalmente agências governamentais, instituições financeiras e companhias de manufatura e logística operavam sites compatíveis somente com o Explorer.