A Secretaria de Saúde de Itaquaquecetuba concluiu a instalação de fitas ‘quebra-cabeça’ em todas as unidades de saúde do município. A identificação, símbolo mundial da conscientização do Transtorno do Espectro Autista (TEA), indica prioridade de atendimento a pessoas com o diagnóstico.

A medida é baseada na Lei nº 13.977 de 2020, que altera a Lei nº 12.764 de 2012, e diz que estabelecimentos públicos e privados podem valer-se da fita quebra-cabeça para identificar a prioridade devida às pessoas com TEA.

“Esse reconhecimento garante ao autista os seus direitos, como o atendimento prioritário em nossas unidades de saúde. Quando falamos em saúde, também falamos em inclusão e o direito ao atendimento rápido e de qualidade”, comenta a secretária de Saúde, Ariana Julião.

O TEA é um transtorno global do desenvolvimento que acarreta modificações importantes na capacidade de comunicação, interação social e no comportamento. A expectativa da pasta é ampliar os atendimentos e o acolhimento.

“Estamos em um processo de reestruturação da saúde do nosso município. Nossas unidades já estão recebendo informatização por meio da instalação de totens de atendimento e a colocação dessas fitas é mais uma etapa do processo”, completou o prefeito Eduardo Boigues.

Fotos: Dayane Oliveira e divulgação