Pré-candidato a vice de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Geraldo Alckmin (PSB) declarou apoio a Márcio França (PSB) em São Paulo, apesar de os petistas apoiarem Fernando Haddad (PT) para governador.

A manifestação ocorreu durante um evento do seu partido, nesta quarta-feira 22.

“Em São Paulo, o nosso líder tem nome e sobrenome: Márcio França”, afirmou Alckmin. “Tamos juntos, viu, Márcio? Tamos juntos. É Márcio aqui, e Lula lá.”

Haddad e França seguem como pré-candidatos ao governo de São Paulo. Recentemente, o petista chegou a lançar uma plataforma para recolher sugestões para o seu programa eleitoral.

Haddad é líder nas pesquisas eleitorais para o Palácio dos Bandeirantes, mas o pré-candidato do PSB tem dito que uma eventual decisão de retirar seu nome da disputa não facilitaria a vitória para o petista.

Nesta semana, ao programa Roda Viva, da TV Cultura, França afirmou que uma disputa contra Haddad em um 2º turno “não é impossível”.

“Se der certo, montamos uma engenharia. Se não der, cada um sai do seu jeito e nós nos encontramos no segundo turno”, disse França. “A outra hipótese é que os 2 estejam no segundo turno.”