Uma série de vulcões de gelo em forma de domo foi identificada em Plutão, estruturas diferentes de qualquer outra coisa conhecida no nosso sistema solar.

Os vulcões, que ainda podem estar ativos, foram identificados no planeta anão por meio de dados da sonda New Horizons, da Nasa, que fez um sobrevoo em Plutão em 2015.

O achado mostra que este mundo gélido remoto é mais dinâmico do que os cientistas imaginavam.

“Encontrar essas características indica que Plutão é mais ativo, ou geologicamente vivo, do que pensávamos anteriormente”, disse a cientista planetária Kelsi Singer, do Southwest Research Institute em Boulder, Colorado, principal autora do estudo publicado na revista Nature Communications.

Segundo os cientistas, esses criovulcões –que podem chegar a número de 10 ou mais– chegam de 1 a 7km de altura. Ao contrário dos vulcões da Terra que expelem gases e rochas derretidas, os criovulcões deste planeta anão expelem grandes quantidades de gelo, aparentemente água congelada em vez de algum outro material congelado, que podem ter a consistência de pasta de dente, segundo os pesquisadores.

img 7237