O prefeito Rodrigo Ashiuchi fez um pronunciamento ao lado do secretário de saúde Pedro Ishi, onde eles explicam quais são os locais que as máscaras ainda serão exigidas. Ressaltando que os hospitais públicos e privados, o transporte coletivo (trem, ônibus) e as escolas de ensino fundamental e médio continuam exigindo a utilização. Outros locais ficam a critério da população.

img 6417