Rayane Sousa: companhia frequente da blogueira Carol — Foto: Reprodução/Redes sociais

Presa desde o último dia 7 por estelionato – aplicando o golpe do ”motoboy”, roubando cartões de crédito principalmente de idosos – Rayane Silva Sousa foi solta nesta quarta-feira (28), após decisão da Justiça do Rio de Janeiro. Ela foi recebida com festa, tendo direito a champanhe, caipirinha, salgadinhos e doces.

”Se você é minha amiga e for presa já sabe”, comentou uma amiga celebrando nas redes sociais.

”A recepção vai ficando cada vez melhor”, destaca outra amiga no momento em que é servida caipirinha.

Na publicação, é mencionada a gíria ”lili cantou” – gíria que significa ”liberdade cantou”.

As cinco indiciadas pela polícia foram identificadas como Anna Carolina de Sousa Santos, de 32 anos, Yasmin Navarro, de 25 anos, Mariana Serrano de Oliveira, de 27, Rayane Silva Sousa, de 28, e Gabriela Silva Vieira, de 20 anos.

Todas elas foram presas em flagrante por estelionato, em um apartamento no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Na residência funcionava uma ”central de telemarketing”, que servia para aplicar golpes nas vítimas.

Elas entravam em contato fingindo ser da administradora do cartão de crédito, diziam que havia sido detectada uma fraude nas compras feitas no cartão, e que a vítima deveria passar alguns dados para resolver o problema. Elas ainda mandavam um suposto motoboy até a casa da pessoa a ser lesada pegar o cartão.

Com todos os dados em mãos, elas realizavam compras, saques em contas bancária, pix e empréstimos.

A matéria contém informações do portal de notícias G1 e Metrópoles.