Foto: Pet Delícia

De acordo com o Movimento Estadual dos Moradores em Situação de Rua, cerca de sete moradores de rua morreram na cidade de São Paulo entre a última terça-feira (29) e esta quarta (30). Quatro das mortes ocorreram na madrugada de quarta-feira, considerada a mais fria dos últimos cinco anos. Os termômetros chegaram a 6ºC na capital paulista.

Segundo o movimento, três dos moradores estavam na Praça da Sé, um na Baixada do Glicério, um próximo ao Metrô Tiradentes, na região central da cidade, e dois na Barra Funda, na Zona Oeste.

Coordenador da Pastoral do Povo de Rua, Padre Júlio Lancelotti, afirmou que o número de pessoas que segue nas ruas, resistindo aos abrigos, é alarmante e indica que o modelo de acolhimento da gestão atual não atende à essa população.

LEIA TAMBEM:  Campanha castra gratuitamente mais de cem animais em Suzano