A campanha de imunização contra o novo coronavírus (Covid-19) atende nesta quinta-feira (27/05) as grávidas e as puérperas maiores de idade, com comorbidades, e que deram à luz nos últimos 45 dias. A ação, que garante ainda a segunda aplicação das pessoas vacinadas com o imunizante CoronaVac/Butantan até o último dia 5 de maio, será concentrada na Arena Suzano (avenida Senador Roberto Simonsen, 90 – Jardim Imperador), com a oferta do sistema drive-thru, das 8 às 17 horas.

Essa será a segunda oportunidade para a imunização das mulheres que fazem parte desse grupo prioritário, sendo que na última sexta-feira (21/05) a campanha alcançou 92 gestantes e 34 puérperas. Para participar da ação e garantir a primeira dose, a mulher deve apresentar carteira do pré-natal, receita do medicamento atualizado com exame e/ou laudo do médico, nas versões original e cópia.

Neste perfil, estão incluídas aquelas com quadro de hipertensão arterial, diabetes, hipotireoidismo, hipertireoidismo, toxoplasmose, lúpus, obesidade (IMC > 40) e outras comorbidades. Todos os detalhes podem ser conferidos no link bit.ly/CronogramaVacinaSuzano, disponível na página inicial do site www.suzano.sp.gov.br.

Além dos itens comprobatórios, a munícipe deve se atentar à documentação de praxe para a primeira dose, sendo obrigatório um documento original com foto, CPF, comprovante de endereço de Suzano no nome da beneficiada e uma filipeta oficial devidamente preenchida com letra legível. A ficha pode ser acessada e impressa no link bit.ly/FichaCovidSuzano. O pré-cadastro no site “Vacina Já” (www.vacinaja.sp.gov.br/), do governo do Estado, também é necessário.

No caso daqueles que aguardam a segunda dose da vacina CoronaVac/Butantan, a aplicação será disponibilizada para quem participou da primeira fase até o dia 5 de maio, conforme prazo estipulado. Para garantir a segunda aplicação, é exigido documento original com foto, CPF e o cartão de vacinação adquirido na primeira etapa.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, o trabalho segue estrategicamente analisando a evolução da imunização em cada público beneficiado. “Percebemos que no caso das gestantes e puérperas com comorbidades, por exemplo, seria necessário mais um dia de ação. O mesmo deverá ocorrer na sexta-feira, quando serão contempladas as pessoas com comorbidades entre 45 e 49 anos, mas que também estendemos a oportunidade para aqueles comórbidos com mais de 50 anos que ainda não se vacinaram. Prezamos pela aplicação de quem é de direito, conforme os públicos estipulados para cada etapa e com a exigência de toda a documentação necessária, em um processo transparente de atendimento”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui