A contadora Flávia Carneiro de Araújo, de 34 anos, foi mais uma vítima da Covid-19. Mulher de Adriano Rodrigues de Oliveira e mãe de Ravi, de apenas 26 dias de vida, que só teve oportunidade de ter contato com a mãe por apenas 5 dias.

A contadora testou positivo para o vírus da Covid-19 e precisou realizar uma cesárea de emergência. Ravi nasceu no dia 30 de abril.

“Na cirurgia ocorreu tudo bem, ela foi para o quarto, mas começou a ter queda de pressão no pós-parto, ficamos no hospital de sexta até domingo e ela com esses episódios de fraqueza. Tivemos alta, fomos pra casa e foi quando as coisas pioraram”, contou o marido de Flávia.

De acordo com o marido de Flávia, apesar de estarem felizes com a chegada do filho, eles estavam bem preocupados com a saúde dela, pois a oxigenação de Flávia oscilava bastante. No dia 4 de maio, eles foram ao hospital e ela precisou ser internada.

A situação de Flávia foi piorando cada vez mais. No último domingo (23), Enquanto o marido e familiares se preparavam para entrar no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), Flávia teve uma parada cardíaca, os médicos a reanimaram e chamaram a família para visitá-la.

Foi a DESPEDIDA.

Nesta segunda-feira (24), por volta das 10h, Adriano recebeu uma ligação pedindo para que a família fosse ao hospital.

“Foi desolador ouvir que ela não havia resistido. Eu estou angustiado, triste, preocupado com o futuro com meu filho, pedindo que Deus a receba e que fique perto dela. Toda família sofre muito, somos muito unidos”, lamentou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui