A Prefeitura de Suzano desarticulou mais um foco de aglomerações nesta terça-feira (12/05). Um estabelecimento do centro da cidade estava promovendo um bingo clandestino e foi descoberto por meio de denúncia anônima. As forças de segurança da cidade contabilizaram mais de 170 pessoas no local, sendo que uma parcela considerável desse público era de idosos.

Na tarde do dia 12 de maio (terça-feira), aproximadamente às 16 horas, a Polícia Militar (PM) recebeu uma denúncia anônima relatando sobre um suposto ponto de jogos de azar operando próximo à Praça João Pessoa, com aglomeração intensa. Os policiais então foram averiguar o caso e solicitaram o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e do setor de Fiscalização de Posturas da prefeitura, levando em consideração a natureza do caso e a quantidade de indivíduos descrita.

Chegando no local, os agentes se depararam com o evento clandestino em andamento. O espaço estava lotado de participantes, entre jovens e idosos. Os cômodos eram repletos de mesas e assentos para a realização dos jogos de azar, mas muitas pessoas permaneciam em pé devido à lotação. Diante dos fatos, a aglomeração foi dispersada e os responsáveis pelo espaço foram acionados para prestar os devidos esclarecimentos.

Segundo os agentes, o proprietário tinha uma liminar para funcionar como atividade social. Apesar disso, o estabelecimento foi multado pelos fiscais do setor de Posturas por desrespeito às determinações sanitárias de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), com a promoção de aglomerações e a exposição do público à contaminação da doença.

Atualmente Suzano se encontra na “Fase de Transição” do Plano São Paulo. Com isso, é permitido o funcionamento e consumo no local em restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Mesmo com o recuo das determinações mais rígidas, ainda existem restrições que devem ser respeitadas.

Os estabelecimentos podem operar com público limitado a até 30% da capacidade total, devem respeitar horário de funcionamento estipulado, das 6 às 21 horas, e seguir protocolos para padrões de higiene, como a oferta de álcool gel, aferição de temperatura, respeito ao distanciamento mínimo entre as pessoas e outras ações que visem a proteção e a segurança de todos os presentes. O uso de máscara segue obrigatório para todos os cidadãos, em espaços fechados e abertos.

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, lamentou o desrespeito e o descaso das pessoas ao cenário crítico que o País está vivendo. Ele ainda fez um apelo aos moradores que já se vacinaram, alertando que ainda é necessário manter os cuidados e respeitar o distanciamento social para garantir a segurança de todos os suzanenses.

“Precisamos da colaboração de todos, inclusive de quem já foi imunizado. Usem máscara, evitem aglomerações, se protejam e pensem no bem-estar do próximo, seja ele um familiar, um ente querido ou um desconhecido. Impedir a disseminação da Covid-19 é um gesto de empatia e de solidariedade. Com a participação de todos superaremos essa crise e logo todos poderão circular em segurança”, concluiu.

Para realizar denúncias sobre funcionamento inadequado de comércios basta ligar para o Departamento de Fiscalização de Posturas no telefone (11) 4745-2046. Aglomerações e festas clandestinas podem ser denunciadas por meio do “Disk Aglomeração” de Suzano, no WhatsApp (11) 99317-3821.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui