A Secretaria de Abastecimento e Segurança Alimentar de Itaquaquecetuba conseguiu formalizar o cadastro no Banco de Alimentos de São Paulo, depois de mais de cinco anos parado. Os alimentos vão beneficiar muitas famílias na cidade, por meio das entidades, sobretudo neste período crítico de pandemia.

A equipe da Secretaria de Abastecimento foi nesta quarta-feira (24), até a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), para a retirada de dezenas de caixas de tomates que serão distribuídos para as famílias que, neste momento, passam por dificuldades, sobretudo por conta da pandemia.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba estava desde 2016, com as doações bloqueadas, por falta de prestação de contas e neste momento, a liberação vai ajudar muitas famílias que recebem ajuda de entidades assistenciais do município.

Nesta entrega de aproximadamente 1,6 toneladas de tomate, cerca de 26 entidades serão contempladas, mas nas próximas distribuições, outras associações também podem receber os produtos. Da mesma maneira, os agricultores que tiverem interesse em doar parte da colheita que não será vendida por motivos diversos, podem entrar em contato com o secretário de Abastecimento e Segurança Alimentar, Aparecido Ribeiro de Almeida, o Magrão, no Parque Ecológico Mario do Canto, na rua Cabrália Paulista, s/n, no bairro Estação.

Para o prefeito de Itaquaquecetuba, Eduardo Boigues, a efetivação do cadastro da cidade no Banco de Alimentos chegou em boa hora, momento em que muitas famílias perderam o emprego e passam por necessidades. “É uma grande felicidade poder ajudar as famílias. A população de Itaquá merece muito mais e vamos trabalhar cada dia mais para isso”, relata Boigues.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui