No último fim de semana, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Ferraz de Vasconcelos realizou três autuações por aglomeração e perturbação ao sossego na cidade. Uma das autuações resultou na interdição do local. Além disso, a corporação promoveu outras fiscalizações em todo o município com o objetivo de inibir práticas que podem contribuir para o contágio pela Covid-19, que inclusive estão proibidas por lei.

Uma das situações ocorreu na Rua Oriente, situada no Jardim Malda. O outro auto de infração foi imposto na Rua Salvador Camargo, na Vila São Paulo, onde o responsável pela infração colaborou com a GCM.

O caso mais grave ocorreu em uma chácara localizada na Rua Itaquaquecetuba, no Parque Dourado. O local havia sido alugado para uma espécie de festa. O proprietário do espaço foi conduzido à delegacia de polícia central para a lavratura do boletim de ocorrência. Na oportunidade, do dono da chácara destacou que a GCM já havia comparecido no local outras vezes. O espaço foi interditado.

O comandante da Guarda de Ferraz, Cléverson Ramos, destacou as ações da GCM no sentido de não permitir práticas que possam ir contra à saúde coletiva. “O momento é de quarentena, de isolamento social, por isso a GCM tem promovido patrulhamento não só preventivo, mas também para atender denúncias, por toda a cidade. Nós continuaremos combatendo aglomerações, perturbações ao sossego, etc. até quando for preciso”, afirmou Ramos.

Também no fim de semana, guardas municipais verificaram outros bairros, como, por exemplo, a Vila Margarida e o Cambiri.