A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano atendeu a denúncias nesta terça-feira (16/03) sobre irregularidades no distrito de Palmeiras. Com o apoio do Departamento de Fiscalização de Posturas, os agentes impediram uma invasão de terreno e lacraram um comércio clandestino na região. No local foram identificados diversos veículos com numeração raspada.

Pela manhã, a central de acolhimento de denúncias da corporação recebeu a informação de um possível início de invasão em uma propriedade pública no Jardim Brasil, próxima à Unidade Básica de Saúde (UBS) Marcelino Maria Rodrigues (rua Antônio Inácio, 540). Os guardas imediatamente foram ao endereço para averiguar a situação.

Ao chegar no local, encontraram a área cercada por arames e madeiras. O setor de fiscalização foi acionado para prestar apoio e verificar se a propriedade era pública ou privada. Constatado o crime, os agentes removeram a cerca improvisada com maquinários da prefeitura e liberaram a área novamente. A GCM segue em busca do autor da tentativa de invasão.

Após a conclusão do caso, os guardas atenderam outra ocorrência no bairro Recanto Feliz, em um trecho da Rodovia Índio Tibiriçá, onde um comércio estava operando de forma irregular. No local, que vendia motos e peças automotivas, foram encontrados diversos veículos sem documentação e com as numerações de chassi raspadas. O proprietário do estabelecimento alegou que eles foram comprados em leilões e estavam sendo revendidos, mas não apresentou documentos que comprovem a procedência.

Além das mercadorias de origem suspeita, os vizinhos informaram que o espaço mantinha som alto por boa parte do dia e era usado como ponto de consumo de drogas. Com o suporte do setor de fiscalização, os guardas lacraram o comércio e notificaram o dono do local. A origem dos veículos será investigada e, caso seja constatado crime, eles serão apreendidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui