Pacientes que vão até o Hospital Luiza de Pinho Melo são encaminhados para os referenciados.

Familiares de pacientes que necessitam de leitos de Covid-19 em Mogi das Cruzes, relatam a dificuldade para conseguir vagas para o tratamento correto da doença.

A Santa Casa de Mogi das Cruzes confirmou que está lotada há algum tempo e, após o fechamento do Pronto Socorro do Hospital Luzia de Pinho Melo, passaram a ter superlotação. Quanto aos atendimentos de Covid-19, os casos são encaminhados para os referenciados.

Em uma reportagem da TV Diário, funcionária do Hospital Municipal de Brás Cubas relatou que a situação da unidade é crítica devido ao grande número de pessoas que têm procurado o hospital, que é considerado referência no tratamento contra a Covid-19. De acordo com a funcionária, muitas pessoas estão aguardando na sala de observação, um quarto, ou leito de UTI.

Na última segunda-feira (01), o prefeito de Mogi, Caio Cunha e o secretário municipal de saúde Henrique Naufel, comunicaram que a cidade estava com 100% de ocupação nos leitos de UTI e de enfermaria destinado aos pacientes com Covid-19.

Deixe uma resposta