Nesta terça-feira (23) a Justiça do Rio de Janeiro, por meio da  2ª Câmara Criminal decidiu por unanimidade afastar Flordelis dos Santos de Souza (PSD) do cargo de deputada federal.

A decisão é para que a parlamentar fique afastada durante a primeira fase do processo no qual Flordelis é ré por ser mandante da morte do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo.

A decisão dos desembargadores será submetida ao plenário da Câmara dos Deputados para que decidam se o afastamento será mantido, conforme determina a Constituição Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui