A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos aguarda o desfecho de um acordo com o Ministério Público para retomar as obras de construção do Centro de Convenções, localizado no Centro da cidade.

Os secretários Bruno Daniel de Oliveira e Antônio Carlos do Santos, de Assuntos Jurídicos e Obras, respectivamente, estiveram no local na manhã desta segunda-feira, 15, e explicaram a situação jurídica e estrutural do local.

“É uma obra com denúncias de desvio de dinheiro público, falhas estruturais e ainda existe uma questão financeira. Se tivermos que devolver valores para o Governo Federal, seria algo em torno de R$ 11 milhões. Caso a administração queira concluir a obra, o custo seria em torno de R$ 5 milhões, dinheiro esse que a Prefeitura não tem nesse momento”, disse Bruno.

O advogado afirmou que a administração está buscando uma definição judicial junto ao Ministério Público para o término da obra e a expectativa é de que até abril tudo se resolva para a retomada das obras.

Já o secretário Antônio Carlos falou sobre os problemas estruturais do local e afirmou que já foi feito um levantamento do que é preciso para retomar as obras.

“Um grupo de engenheiros esteve há 40 dias aqui no Centro de Convenções e apontou as falhas estruturais, mas que podem ser corrigidas e não impedem a retomada da construção do local”, falou Antônio Carlos.

O secretário afirmou que resolvidos os imbróglios judiciais e formalizados os acordos, o local pode ser entregue em até um ano.

O Centro de Convenções começou a ser construído em 2010 e foi entregue parcialmente em 2012.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui