Uma jovem de 18 anos foi expulsa de casa pela própria família no último domingo (7), em Paracatu, Minas Gerais, após ter denunciado o padrasto por estupro enquanto dormia. A jovem relatou que estava bebendo com a mãe e o padrasto em um bar minutos antes da ação.  

A garota diz ter se sentido levemente embriagada e pediu para deitar no carro do homem. Instantes depois, acordou com o veículo balançando e notou que o padrasto estava em cima dela. A mesma conseguiu se soltar e gritou por socorro, correu para a sua residência que era próximo do bar e ali contou sobre o ocorrido para uma tia 

A jovem acionou a polícia e o suspeito fugiu ao perceber a movimentação. De acordo com a polícia, a família estava embriagada e exaltada, acusando a jovem de estar mentindo.  

A mãe da menina defendeu que a irmã tinha um corpo mais ‘’avantajado’’ e era mais bonita, se o padrasto fosse violentar alguém, seria a irmã. Ainda no local, foi dito que a vítima sempre sofreu violência física e psicológica. A mesma foi levada pela PM para o Centro de Acolhida Municipal.  

O padrasto está foragido desde que fugiu do local do crime, mesmo com as buscas dos policiais. No entanto, o caso continua sendo investigado na Delegacia Regional de Paracatu.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui