A Polícia Civil de Poá, descobriu uma espécie de central de fraudes do auxílio emergencial na região da Estrada Santa Mônica, em Suzano. Três indivíduos foram detidos, sendo um deles adolescente, mas apenas os dois homens ficaram presos. Segundo informações, o número de vítimas pode ser de milhares e o prejuízo em milhões.  

De acordo com a polícia, a descoberta foi através de informações obtidas pelo Setor de Inteligência. Segundo relatos, três pessoas estariam em um mercado fazendo diversos saques no caixa eletrônico, e que as transações eram feitas com cartões de terceiros.  

Os indivíduos identificados agiam, especialmente pela internet. Grande parte dos crimes descobertos eram golpes de compra e venda, fraudes bancárias e, até mesmo, transações fraudulentas do auxílio emergencial e a negociação de armas.  

Investigadores de Poá, foram até o local e flagraram o grupo. Um dos indivíduos tentou fugir, mas foi impedido. No local foram encontrados oito cartões bancários, além de R$ 4 mil. Os suspeitos tentaram se desfazer dos comprovantes, mas dois deles acabaram sendo recuperados.  

Além das três pessoas que foram detidas, ainda há um quarto suspeito, e que é suspeito de liderar o grupo, o homem foi identificado e teve o notebook apreendido, no entanto, não o encontraram. Em uma das movimentações fraudulentas, o grupo movimentou cerca de R$ 50 mil.  

“Foram identificadas centenas de conversas e transações fraudulentas ou irregulares. São golpes no sistema financeiro e de telefonia. Para se ter uma ideia, o ramo dessa quadrilha é vasto, uma vez que encontramos até a negociação de uma pistola e um fuzil. Não descartamos que haja prejuízos na casa de milhares ou milhões”, afirmou o delegado Eliardo Amoroso Jordão, responsável pela delegacia. 

Fonte: DS