Serviço de desinfecção alcança todos os bairros de Suzano

0
387

A Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos de Suzano concluiu nesta sexta-feira (08/05) a primeira fase do serviço de desinfecção de espaços públicos para combater a propagação do novo coronavírus (Covi-19). A ação, que teve início em 1º de abril, abrangeu todos os bairros da cidade, inclusive prédios municipais, a exemplo do Hospital de Quarentena e o Complexo Poliesportivo Paulo Portela.

Os bairros do distrito de Palmeiras foram os últimos a receber a pulverização, ao lado do Jardim Imperador, Conjunto Residencial Iraí e Cidade Miguel Badra. No último sábado (02/05), o trabalho no bairro do Caulim contou com vistoria do prefeito Rodrigo Ashiuchi e do secretário de Manutenção e Serviços Urbanos, Samuel Oliveira.

“Este é um serviço primordial para o enfrentamento do novo coronavírus. Com duas equipes, conseguimos atingir todos os pontos da cidade, e já estamos preparando um reforço por onde passamos, além de chegarmos em locais que ainda não receberam o serviço. A iniciativa foi bem aceita e aprovada pela população”, disse o chefe da pasta.

Locais que prestam atendimento no combate à Covid-19 também receberam a limpeza, como o Pronto-Socorro Municipal, a Santa Casa de Misericórdia, o Hospital de Quarentena montado dentro da Arena Suzano e o entorno do Hospital Santa Maria. O mesmo trabalho também ocorreu no Complexo Poliesportivo Paulo Portela, onde é promovida uma ação de acolhimento emergencial de pessoas em situação de vulnerabilidade social durante a quarentena.

Além destes, prédios da prefeitura, como o Centro Unificado de Serviços (Centrus), o Paço Municipal Prefeito Firmino José da Costa e a sede da Secretaria de Educação de Suzano também passaram pela desinfecção.

A primeira fase foi realizada pela Secretaria de Manutenção e Serviços Urbanos em parceria com a empresa Pioneira Saneamento e com o apoio da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana. Já nos prédios da Saúde, houve parceria com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

“Durante pouco mais de um mês, o serviço foi realizado de domingo a domingo para que pudéssemos atingir toda a cidade o mais rápido possível. Agradeço aos parceiros que nos ajudaram a cumprir este importante trabalho de conter a propagação do novo coronavírus e, desta forma, preservar a saúde dos suzanenses”, completou Ashiuchi.

Na pulverização sempre foram utilizados equipamentos de alta pressão com um composto à base de água e hipoclorito. Um caminhão com som auto-falante também acompanhou para informar a população sobre o serviço e a importância de permanecer em casa durante a desinfecção.