Telemedicina realiza 60 consultas no primeiro dia de funcionamento

0
526

A Prefeitura de Suzano deu início nesta segunda-feira (13/04) ao projeto de telemedicina, com atendimento por videochamada, que conecta o paciente que apresenta possíveis sintomas do novo coronavírus (Covid-19) com um médico. Neste primeiro dia foram realizadas cerca de 60 consultas, inclusive com encaminhamentos ao Pronto-Socorro Municipal (PS) e a postos de saúde.

A Central de Combate ao Coronavírus atende pelo número ‪0800 484 8001. A Secretaria Municipal de Saúde avaliou como tranquilo o primeiro dia, porém bastante significativo, já que houve direcionamentos importantes de pacientes que estavam apresentando sintomas mais atenuados e que já têm comorbidades, como, por exemplo, fibrose cística no pulmão, diabetes, hipertensão e depressão.

O prefeito Rodrigo Ashiuchi estima que o sistema passe a realizar até cem atendimentos diariamente. “Esta segunda-feira foi só o primeiro dia. Toda a equipe está preparada para a demanda, inclusive tecnicamente, já que realizamos diversos testes antes de começarmos oficialmente. Somente em um dia de serviço, evitamos que muitas pessoas fossem a uma unidade de saúde sem necessidade, por exemplo, e ajudamos alguém a procurar atendimento no local certo”, ressaltou.

Atualmente, 20 médicos estão integrados ao projeto, número que pode aumentar conforme a demanda. Os profissionais trabalham em sistema de rodízio ao longo do dia, das 8 às 20 horas. Inclusive, há médicos com mais de 60 anos de idade, que estariam dispensados de atuar de forma presencial durante a pandemia. Mas neste sistema eles trabalham de forma segura e eficaz.

Vale destacar que o novo serviço vai realizar ainda acompanhamentos, ou seja, os cidadãos atendidos que estiverem com os sintomas receberão mensagens pelo celular a cada 48 horas, a fim de que sejam monitorados os quadros clínicos enquanto durarem suas quarentenas.

Como funciona 

O projeto visa oferecer ao paciente uma teleconsulta rápida e segura. A pessoa que apresentar sintomas da Covid-19 pode ligar para a central e, neste primeiro contato, a atendente vai realizar uma triagem, com pedidos de informações como CPF e endereço. Em seguida, vai encaminhar um SMS. Quando a mensagem chegar ao celular, o usuário deverá clicar no link, que vai direcioná-lo a uma videochamada com um médico pela Internet. E a partir daí ele terá todo o atendimento adequado.

Inicialmente, serão 20 pontos da telemedicina. Para tanto, foi implantada uma central nas dependências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e outra no Ambulatório de Especialidades Dr. Joracy Cruz. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas. O software exclusivo foi montado pela empresa de tecnologia Datalogix.