Doria prorroga quarentena até 22 de Abril

0
934

O governador João Doria (PSDB) prorrogou a quarentena em São Paulo para conter o avanço do novo coronavírus. A quarentena começou em São Paulo no último dia 24 de março e teria validade até esta terça-feira (07), mas foi prorrogada até o próximo dia 22 de Abril. O anúncio foi feito em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes e participaram diversos médicos, entre eles David Uip, chefe do Centro de Contigência do Covid-19, que estava afastado por ter sido infectado pelo vírus.

O decreto do Estado de São Paulo determinou o fechamento do comércio e de serviços não essenciais, o que inclui bares, restaurantes e cafés, que só podem funcionar com serviços de delivery. Já os considerados essenciais, como farmácias e supermercados, podem abrir as portas.

A medida vale para todos os municípios do Estado e o decreto a ser publicado nesta terça tem os mesmos itens do anunciado dia 24. “Vocês terão a obrigação de seguir a deliberação do governo de São Paulo. Ela é constitucional”, frisou João Doria, afirmando que a medida tem que ser cumprida pelas cidades do Estado.

Doria afirmou que fará uso de força policial para quem infringir a medida, que será publicada no Diário Oficial nesta terla-feira. Há orientação da PM para que disperse aglomerações e serão medidas de orientação, em um primeiro momento. Em um segundo momento, seriam medidas coercitivas, de acordo com o governo. Mas Doria afirmou que espera que isso não seja necessário.

São Paulo é o estado com maior número de mortes e de casos do novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o Estado tem 275 óbitos, 56% do total do país. O estado tem 4.620 casos confirmados, 41% dos casos no país.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui