Fundo Social inova e lança Campanha do Agasalho 2020 voltada à sustentabilidade

0
604

O Fundo Social de Solidariedade lançou nesta quarta-feira (11/03) a Campanha do Agasalho 2020, que pretende arrecadar 250 mil peças – superando o ano anterior, quando foram recolhidos 230 mil agasalhos –, beneficiando mais de 15 mil famílias em situação de vulnerabilidade no município. Com o slogan “É Hora de Aquecer Corações”, a edição deste ano terá um diferencial voltado à sustentabilidade, com a troca de materiais recicláveis por peças de roupas.

A solenidade reuniu centenas de pessoas no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré, dentre elas: o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi; a presidente do Fundo Social, a primeira-dama Larissa Ashiuchi; os vereadores Rogério Gomes do Nascimento e Neusa dos Santos Oliveira; os gerentes do Departamento do Alto Tietê e de Divisão da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Zemicindo Miguel Mendes e Eduardo Camargo Afonso, respectivamente; o chefe de instrução do Tiro de Guerra 02-081, o subtenente José Emidio Ferreira de Jesus; e do diretor da Guarda Mirim de Suzano, Natal José Francisco.

Na ocasião, Larissa explicou sobre a perspectiva ambiental adotada pelos idealizadores na nova edição do projeto. “O Fundo Social está cada vez mais engajado na causa sustentável, tanto que, em 2019, lançamos o Mercadinho do Bem, voltado à troca de materiais recicláveis por alimentos, ração e mudas de plantas. A partir disso, neste ano, a Campanha do Agasalho também vai trabalhar a parte social junto à ambiental, agregando a troca de materiais recicláveis por peças de roupa”, explicou.

De acordo com a primeira-dama, a cada 50 garrafas PET ou um quilo de alumínio, de ferro ou de papelão, cada família vai obter, em troca, 35 peças de roupas. A entrega dos materiais recicláveis poderá ser feita com antecedência em uma das cem associações cadastradas ou durante o “Bazar Social”, onde as roupas são expostas em araras e cabides para escolha das pessoas beneficiadas. “Nosso trabalho vai além da doação de roupas, ele também tem como o objetivo levar amor, respeito e, principalmente, dignidade às famílias suzanenses”, completou Larissa.

A partir de 25 de março (quarta-feira), as equipes do Tiro de Guerra (TG) de Suzano darão início à visitação nas residências da cidade, com o objetivo de orientar os moradores a respeito da iniciativa. Caso haja interesse na prática de solidariedade, elas retornarão no sábado (28/03) para recolher as peças.

“É um prazer estar mais uma vez apoiando essa campanha tão importante para a cidade. Por meio do trabalho de arrecadação nas residências, os voluntários do TG praticam a cidadania, o que faz parte da nossa missão”, afirmou o subtenente do Tiro de Guerra de Suzano. Além disso, a doação também poderá ser feita em pontos de coleta disponibilizados em prédios públicos, tal como o Paço Municipal José Firmino da Costa (Rua Baruel, 501 – Centro).

Durante o evento, o representante da Sabesp, Eduardo Camargo Afonso, elogiou o trabalho exercido pela atual gestão. “A parceria com a administração municipal está cada dia mais forte, uma vez que o prefeito Rodrigo Ashiuchi e a primeira-dama Larissa exercem um trabalho sério e que gera resultados para Suzano”, afirmou.

Na oportunidade, o chefe de Executivo, Rodrigo Ashiuchi, agradeceu a participação dos presentes e aproveitou para relembrar sobre as arrecadações dos anos anteriores. “Esse é um projeto de extrema importância e que, todo ano, se inova e serve de inspiração. Desde 2017, foram mais de 610 mil peças coletadas pela Campanha do Agasalho. Neste ano, nossa meta é de 250 mil, superando o número de doações do ano passado, de 230 mil”, ressaltou.

Mais informações sobre a Campanha do Agasalho 2020 podem ser obtidas por meio de contato no telefone (11) 4745-2195 ou pessoalmente na sede do Fundo Social de Solidariedade, localizada na sala 224 do Paço Municipal (rua Baruel, 501 – Centro).

Participação

Também estavam presentes na cerimônia a presidente do Fundo Social de Guararema, a primeira-dama Vanessa Leite; os secretários municipais Edson Gianuzzi (Meio Ambiente) e Leandro Bassini (Educação); e o controlador-geral do Município, Fátimo Rodrigues; bem como representantes de associações e entidades parcerias da prefeitura.